quarta-feira, 27 de maio de 2009

Da boca pra fora


Hoje é o Dia Nacional da Mata Atlântica, ou como queiram os mais pesquisadores, da "floresta ombrófila". bonito, não é? Seria, se todo o makeup da propaganda institucional não fosse tão enganosa.

Ao acordar, lá estava o jornal matinal comemorando o dia e divulgando a necessidade de conscientização do cidadão em não comprar móveis cuja matéria prima sejam as árvores da nossa mata. E aí eu pergunto: E por que é que tem móvel prontinho, lindo de morrer para vender?

Meu marido quis me convencer de que a atitude do cidadão em não comprar o móvel significa um boicote para quem vende, um desestímulo para que venda novamente. Correto. concordo com ele. Mas se houvesse fiscalização devidamente aparelhada (e dinheiro dos impostos é que não falta, não é mesmo?), nem haveria móveis lindos e maravilhosos feitos de madeira ilegal à venda.

É uma via de mão dupla. Sou muito a favor da cidadania, da educação e da conscientização. Desde que não seja apenas auê, agá, munganga do Estado que adora transferir responsabilidades para a esfera privada e não encarar o que lhe cabe no latifundío de obrigações constitucionais.

Sinceramente, diante dessa linha de raciocínio, dependendo do design da peça, a árvore já tombou mesmo... Melhor enfeitar a minha casa do que ser queimada na fogueira, ou mesmo enfeitar a sala de alguém responsável pela fiscalização das matas e florestas...

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Christian, the Lion

Pessoas, no silêncio da Afrodite havia algo de bom e de ruim, mas que está passando...
Enquanto não vem a disposição para escrever textos, posto esse vídeo, recebido de minha irmã de fé, Silvana. Ele "fala" sobre amizade, carinho, lealdade, enfim, sobre o que plantamos e o que colhemos. É um dos mais belos que já vi.

video